Em busca de novas referências

Em busca de novas referências

O desafio de nosso tempo, da nossa geração, é desconstruir os muros invisíveis que nos imobilizam e nos conectar gradualmente àqueles que parecem genuinamente oferecer caminhos mais frutíferos.

A grande questão é que diversos novos projetos de sociedade estão emergindo a todo momento, mas não aparentam disposição ou capacidades para dialogar com outros projetos para alcançarem a escala necessária para a transformação social. Deixam assim margens para que os atores de sempre mantenham as rédeas de nosso desenvolvimento.

Veja por exemplo as inúmeras iniciativas que emergem a todo instante para aprimorar a educação pública. Mesmo com toda essa abundância de novas práticas e com a evolução da educação infantil, continuamos a ter índices muito precários de aprendizados de matemática e português no final do ensino fundamental.

 

qedu brasil
Fonte:http://www.qedu.org.br/brasil/proficiencia

Não sabemos lidar com a transição entre a infância e a adolescência, o momento em que os indivíduos perdem as referências nos pais e professores, e passam a ter como referência seus pares um pouquinho mais velhos.

Pares esses que buscam sua afirmação social naquilo que o meio social oferece de estímulos mais promissores e imediatos (adesão a grupos políticos e religiosos inescrupulosos, gangues, times de futebol, etc.), gerando um círculo vicioso sem fim.

É preciso quebrar essa corrente. Precisamos dizer não à corrupção, dizer não à criminalidade. Não para trocar um grupo de corruptos e criminosos, uns pelos outros. Mas para deixar claro que queremos criar estímulos mais promissores para nossos filhos, primos, amigos, vizinhos.
Agora, estamos sendo chamados a dizer se queremos ou não quebrar esse círculo vicioso.

Como tiramos as referências de sempre dos caminhos de nossos filhos? Como criamos de forma disseminada no território nacional novas referências para a nova geração que está vindo?

Compartilhe:

Deixe um comentário

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentar (obrigatório)

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>